Um dos maiores, senão mesmo o maior, humorista da história de Portugal, deixou-nos hoje, sábado, 8 de Agosto.

Desapareceu o avô do humor português. Raul Solnado não resistiu a complicações cardiovasculares e faleceu na manhã deste sábado, pela 10h50, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde estava internado.

O actor, uma referência da televisão portuguesa, tinha 79 anos e apresentava um quadro clínico grave, segundo fonte hospitalar, que confirmou o óbito.

Nasceu a 19 de Outubro de 1929, em Lisboa. Começou a fazer teatro em 1947, na Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul. Estreou-se no teatro de revista em 1953, no Teatro Monumental. Na década de sessenta rebenta com os monólogos A Guerra de 1908 e A História da Minha Vida, que bate recordes de venda, superando Amália.

Começa a fazer televisão. Em 1969, grava o programa Zip-Zip, com Carlos Cruz e Fialho Gouveia – um marco na programação da RTP. O currículo é longo. Fez cinema. Fundou, juntamente com Armando Cortez, a Casa do Artista, da qual era director (e onde foi tirada a foto ao alto).



Comments

0 Response to 'Morreu Raul Solnado (vídeo)'

Enviar um comentário